Henn-na Hotel - Hotel Estranho: um hotel diferente onde os atendentes são robôs

GettyImages-480744972
O Henn-na Hotel, localizado no parque de diversões de Sasebo, no Japão é completamente operado por robôs. Se traduzido, o nome do local é "hotel estranho" ou "hotel esquisito", o que é exatamente desse jeito.

Dentro do hotel japonês, onde a recepção é composta por robôs e os hóspedes digitalizam seus rostos para entrar nos quartos, um dinossauro de aparência ameaçadora, um humanóide feminino com cílios piscando, e um pequeno android recebem e cumprimentam os convidados.





A recepção. Escolha seu atendente! 

The Weird Hotel, as it is aptly called in English, is the latest oddity in a country known for its quirky guest accommodation
Na hora de fazer o check-in, o cliente pode optar por ser atendido por uma recepcionista com aspecto humano ou por um dinossauro que fala inglês. Além dos robôs recepcionistas, há os que carregam as malas, os que servem café, distraem os hóspedes e aqueles que fazer o serviço de quarto. 

As portas do hotel também são inteligentes, e se destrancam através do reconhecimento facial dos clientes.

Each guest room has a small robot with a Siri-like ability to answer questions about the current time or weather, and turn lights on and offAlém da recepção, um braço robótico gigantesco armazena os itens dos hóspedes em um armário. O hotel é um dos primeiros a utilizar a tecnologia de reconhecimento facial em vez de cartões magnéticos como as chaves do quarto.

Cada quarto tem um pequeno robô com uma capacidade de responder perguntas sobre o tempo ou a hora, além de ligar ou desligar as luzes. A temperatura das salas é monitorada com a tecnologia que detecta o calor do corpo e os hóspedes podem pedir serviço de quarto robótico usando um tablet, em vez de um telefone.

GettyImages-480744990
Hideo Sawada, gerente do hotel como parte do parque de diversões Huis Ten Bosch em Sasebo, Nagasaki, disse à Associated Press que o uso de robôs não é um truque, mas um esforço sério para utilizar a tecnologia e melhorar a eficiência, poupando os custos de trabalho.

Ele espera que os robôs possam realizar 90% das tarefas normalmente feitas por seres humanos. No Henn na Hotel, como é chamado em japonês, o dinossauro usa um chapéu e uma gravata borboleta, dizendo visitantes: " Você quer fazer check-in, escolha um atendente".



Duas coisas que os robôs ainda não podem fazer é cuidar da segurança ou fazer as camas. Mas há planos de usar um robô para oferecer serviço de quarto. Sr. Sawada está ansioso para abrir um outro hotel com equipe-robô no Japão, e está empenhada em levar o conceito para o exterior.



Fonte:
http://www.dailymail.co.uk