O Ossuário de Sedlec - Sedlc u Kutné Hory


Huesos humanos en Iglesia de Todos los Santos, Kutna Hora, República Checa / Foto: María de la Cruz Valdemoro
Em  Kutná Hora, menos de 80 km de Praga e dos milhares de turistas que lotam as ruas da capital, se encontra uma pequena cidade que abriga uma das atrações turísticas mais interessantes da República Tcheca, o Ossuário de Sedlec. Decorada com ossos de mais de 40 mil pessoas, a igreja foi construída no século 15 no meio do cemitério "De Todos os Santos", localizado num bairro afastado da cidade.

No entanto, a transformação desta simples capela gótica em um dos ossuários mais conhecidos do mundo aconteceu somente quatro séculos mais tarde, em 1870, quando a família da aristocracia tcheca Schwarzenberg contratou o entalhador Frantisek Rindt para ordenar os milhares de ossos depositados no subsolo da construção.

Huesos humanos en Iglesia de Todos los Santos, Kutna Hora, República Checa / Foto: María de la Cruz Valdemoro
A peste negra que assolou a Europa no século 14, dizimou entre 50 e 75 milhões de pessoas, das quais cerca de 30 mil foram enterradas em Sedlec, já que gente de distintos lugares fazia questão de ter seus restos mortais levados a esse cemitério. A preferência pelo sepultamento em Sedlec existia desde o século 12, quando o bispo Henry Cistercian derramou sobre o local um pote de terra trazida de Jerusalém.

Pessoas de todo o centro e leste europeu traziam seus familiares para serem enterrados ali e, com a chegada da peste, a demanda foi tão grande que simplesmente não existia lugar para tantos corpos e o subsolo da igreja foi utilizado como um depósito de restos mortais em valas comuns.


Rua da cidade de Kutná Hora.

Fonte:
http://viagem.uol.com.br/

Fotos:
María de la Cruz Valdemoro