Qual é o assento mais seguro em um avião?


Muita gente acredita que os assentos mais seguros de avião estão próximos às asas. A ideia por trás desse mito é o fato de que aquela região precisa ser mais reforçada e, portanto, ofereceria mais resistência em casos de acidente. Porém, estudos recentes indicam que as poltronas mais seguras ficam na parte de trás da aeronave.

Para comprovar essa hipótese, uma equipe de documentaristas detonou um Boeing 727 no Deserto de Sonora, no México, equipado com câmeras, sensores e bonecos com “ossos” quebráveis, para simular o efeito do impacto. O estudo deu origem ao documentário “The Crash”, exibido no canal de TV britânico Channel 4.




Quanto mais ao fundo melhor


Ao tocar o solo, o Boeing 727 teve a sua parte da frente (cabine mais as primeiras 11 filas de assentos - pertencentes a primeira classe, classe executiva e premium) arrancada. Ninguém nessa posição da aeronave teria sobrevivido. Mas 78% dos demais passageiros poderiam sobreviver - e quanto mais ao fundo do avião, mais chance de escapar


O especial "The Crash" causou tanto impacto que, após sua exibição, o número de reservas de primeira classe no Reino Unido despencou. 


Apesar de um único “acidente” ser insuficiente para um resultado conclusivo, os dados coletados pelos documentaristas vão ao encontro de um estudo publicado pela revista Popular Mechanics, em 2007. Na ocasião, foram analisados todos os acidentes aéreos ocorridos desde 1971 e, com isso, a chance de sobreviver a um acidente nos assentos de trás era de 69%, enquanto essa probabilidade diminuía para 56% nas poltronas próximas às asas e 49% na primeira classe.

Em suma, não se preocupe: as chances de morrer em um acidente de avião com um único voo são de 1 em 4,7 milhões. Mas, se mesmo assim você estiver preocupado, escolha um assento do fundão, só por precaução.

Fonte: Tecnomundo