Como fazer um holograma? Aprenda agora!

O efeito é o mesmo que foi utilizado no show que trouxe o rapper Tupac Shakur de volta aos palcos.

Você já deve ter ouvido falar do show do Snoop Dogg  nos Estados Unidos em que o rapper dividiu o palco com ninguém menos que Tupac Shakur, falecido em 1996. O holograma do cantor impressionou a plateia e todo o mundo.





Materiais necessários

  • Um monitor ou televisão que possua uma boa taxa de contraste;
  • Um computador ou qualquer outro aparelho que possa reproduzir as imagens;
  • Um vidro com pelo menos o dobro do comprimento da tela;
  • Um vídeo que possua o fundo preto.

A tela pode ser de LCD, Plasma ou LED, no entanto, os antigos monitores de tubo ainda possuem uma taxa de contraste superior, sendo o modelo ideal para esse tipo de experiência.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

O vidro pode ser substituído por um plástico ou uma chapa de acrílico sem maiores problemas. Durante o show, a equipe de produção utilizou um painel de Mylar, uma espécie de poliéster.

O cuidado que você precisa ter é com a qualidade do material: é importante que ele não possua riscos e esteja completamente translúcido para que o efeito fique o mais real possível.

Montagem

A montagem do sistema é bastante simples. O que você precisa fazer é colocar o monitor deitado no chão, ou em cima de alguma mesa, e posicionar o vidro em um ângulo de cerca de 45 graus. O vidro pode refletir a luz e ao mesmo tempo ser transparente.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Na tela, você deve diminuir o brilho para zero e aumentar a taxa de contraste para o máximo possível. Se a animação possuir um fundo iluminado (por causa do brilho), o efeito perde completamente a graça.

O vidro reflete apenas a luz; como a cor preta significa a ausência de luz, essa cor não é refletida. A necessidade de se ter uma tela com uma ótima taxa de contraste é justamente fazer com que seja visto apenas o objeto do holograma, que pode ser uma pessoa, um objeto aleatório ou alguma animação em três dimensões.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

No nosso caso, nós posicionamos o vidro sobre um banco. A parte de cima do vidro ficou apoiada sobre a mesa, de modo que ele pudesse ficar inclinado sobre o monitor. Embaixo dele, ficou a tela exibindo as imagens. Os efeitos são muito interessantes!

Dia das bruxas

Nos Estados Unidos, é comum essa técnica ser empregada na época de Halloween, quando os americanos enfeitam as suas casas com temas horripilantes. O costume é posicionar o vidro em uma janela, com o monitor escondido sob a parte inferior.

No vídeo, são exibidas imagens de monstros e fantasmas que certamente impressionam quem passa na rua e enxerga cabeças voando, fantasmas tocando piano etc.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

O show em que Tupak Shakur apareceu utilizou um efeito um pouco mais sofisticado que esse. Um projetor suspenso no teto projetava uma imagem no chão, que era refletida por um espelho escondido no piso do palco. A imagem, então, foi direcionada para uma camada de plástico inclinado no palco, dando a impressão de que o cantor estava em pé e ao vivo.

O holograma que não é exatamente um holograma

O holograma, neste caso, não é um holograma. Na verdade, o efeito é uma ilusão de óptica que utiliza um espelho e uma espécie de lâmina plástica posicionados de forma correta. A tecnologia é mais antiga do que imaginamos: veio diretamente do século 19 e foi inventada pelo cientista John Henry Pepper. O professor desenvolveu o método que ficou conhecido como Pepper´s Ghost (Fantasma de Pepper) para impressionar os espectadores em uma peça de teatro.

(Fonte da imagem: Reprodução/The British Library)

Antes disso, esse efeito foi demonstrado em estudos feitos por Giambattista dela Porta, um estudioso napolitano que desenvolveu muitas invenções. O ano? 1584! Exatamente. Em pleno século 16 já existiam pessoas utilizando esse recurso.

(Fonte da imagem: Divulgação/Lucasfilm)

Um holograma real consiste em uma imagem projetada por lasers em três dimensões, sem espelhos ou superfícies reflexivas, sendo parecido com o que George Lucas popularizou no final dos anos de 1970, quando a Princesa Léia impressionou o mundo em Star Wars ao aparecer em um holograma pedindo ajuda.


(Fonte da imagem: Tecmundo)

De qualquer maneira, esse efeito é muito interessante e muito simples de ser reproduzido. Não perca tempo e corra fazer o seu!



Fonte:
http://www.tecmundo.com.br