"The Legend of Conan" - Conan, o Bárbaro, ganhará novo filme em 2014

Arnold Schwarzenegger vai voltar a interpretar Conan no cinema
Ator fecha acordo para viver o guerreiro dos anos 1980 no "último ciclo de sua vida"; previsto para 2014, filme se chamará "The Legend of Conan"



A Universal Pictures fechou um acordo para rodar um novo filme de "Conan, O Bárbaro" protagonizado por Arnold Schwarzenegger, que retomará assim um de seus personagens mais famosos.

"Sempre amei esse personagem e é uma honra que tenham me pedido para encarná-lo de novo. Estou ansioso para trabalhar com a Universal e dar o próximo passo nesta história épica", afirmou o ator de 65 anos.



Intitulado "The Legend of Conan" (a lenda de Conan, na tradução), o filme será produzido por Fredrik Malmberg, da Paradox Entertainment, e Chris Morgan, roteirista das últimas quatro partes da franquia "Velozes e Furiosos". O estúdio planeja a estreia para o segundo semestre de 2014.

Divulgação: Schwarzenegger em 'Conan, o Bárbaro' (1982)

"O filme original acabou com Arnold sentado no trono como um guerreiro maduro e esse é o caminho que vamos tomar", disse Malmberg ao site Deadline. "Este viking nórdico que foi rei, guerreiro, soldado, mercenário e que se deitou com mais mulheres que qualquer um enfrenta o último ciclo de sua vida, e vai fazer isso lutando".

Schwarzenegger encarnou o guerreiro em dois filmes – "Conan, o Bárbaro" (1982) e "Conan, o Destruidor" (1984) – antes de se transformar em uma das maiores estrelas do cinema de ação, com produções como "O Exterminador do Futuro" e "Predador".

O roterista de "The Legend of Conan" declarou que concebe o filme como sequência direta do primeiro filme, dirigido por John Milius e com roteiro de Oliver Stone. "O filme reencontra Conan em um momento parecido ao qual Arnold está em sua vida. Adoro a saga e não tocaria nela se não fôssemos fazer algo que valesse a pena. É como o 'Os Imperdoáveis' (faroeste de Clint Eastwood) de Conan", concluiu Morgan.

"Conan" teve uma nova versão em 2011 com o ator Jason Momoa no papel principal e a direção de Marcus Nispel, mas fracassou nas bilheterias arrecadando apenas US$ 50 milhões no mundo todo (seu orçamento era de US$ 90 milhões).

Fonte: http://ultimosegundo.ig.com.br