Eurotúnel - o maior túnel submarino do mundo

Eurotúnel
O Eurotúnel é o túnel submarino mais longo do mundo, com 50,5 km de comprimento, sendo que 37,9 deles estão debaixo do mar do Canal da Mancha, ligando a França à Inglaterra. Sua construção foi bastante demorada e o início das obras sofreu alguns adiamentos até a sua efetiva inauguração em 1994.

É o terceiro maior túnel ferroviário do mundo, ultrapassado pelo Túnel de Seikan, com 53,85 km (23,3 por baixo do mar) que liga as ilhas de Hokkaido e Honshu no Japão e pelo Túnel de base de São Gotardo, em construção na Suíça, com 57 km.

A escavação do túnel demorou sete anos e empregou 15 000 trabalhadores, sendo as operações conduzidas simultaneamente dos dois lados. Foram usadas grandes máquinas, Tunnel Boring Machine (TBM). Estas máquinas eram autênticas fábricas móveis que abriam o túnel, retiravam a terra e escoravam as paredes com concreto. Quase 4 milhões de metros cúbicos foram escavados só do lado inglês.


O Túnel da Mancha é constituído por 3 túneis paralelos, dois principais ferroviários e um menor, de acesso. Este túnel de acesso, que é servido por veículos pequenos, é ligado aos outros através de passagens transversais em intervalos regulares para permitir que os trabalhadores da manutenção tenham acesso aos túneis principais e para fornecer uma saída de emergência em caso de acidente.

Eurotúnel

Os passageiros e os veículos automóveis (ligeiros e pesados) são transportados por um serviço de comboios, ou trens, geridos pela companhia eurotúnel. O trajeto dura apenas 35 minutos em uma velocidade média de 160 km/h.

O túnel foi oficialmente inaugurado pela rainha britânica Elisabete II e pelo presidente francês François Mitterrand, em 6 de maio de 1994.

O túnel possui 50,450 principais: o Le Shuttle, um trem que carrega veículos; o Eurostar, para passageiros, conectando estações em Londres a Paris e Bruxelas; e trens de carga.

Trecho do Eurotúnel.

Quase 7 milhões de passageiros fazem a travessia de 35 minutos todo ano. A profundidade média é 45,7 metros abaixo do solo do mar, e a máxima profundidade é de 60 metros. Foi aberto para uso comercial ainda em 1994, oferecendo três serviços.

A Sociedade Americana de Engenheiros Civis declarou o túnel uma das sete maravilhas do mundo moderno. O Túnel custou 9 bilhões de libras – o suficiente para pagar a ponte Golden Gate 700 vezes.

Transmanche Link, a empresa de engenharia por trás do projeto usou tecnologia sísmica de perfil desenvolvida para exploração de óleo para verificar exatamente o que havia no leito do mar. Isso ajudou a guiar as escavações para longe da terra frágil debaixo do Canal, dando ao túnel fundações firmes de pedra sólida.


O conjunto é constituído por 3 túneis paralelos, sendo dois principais (A) ferroviários e um menor (B) de serviços e acessos. Este túnel de acesso, que é servido por pequenos veículos, é ligado aos outros através de passagens transversais (C)em intervalos regulares para permitir a manutenção dos túneis principais e para fornecer uma saída de emergência em caso de acidente, possui ainda ligações entre os túneis principais para ventilação(D).


Três anos se passaram até que as máquinas de escavação – que iniciaram o trabalho simultaneamente nos dois lados do túnel – se encontrassem no meio do canal.

http://ngcanela-news.blogspot.com.br/2012/10/eurotunel.html