Cientistas já são capazes de decifrar os números que pensamos


Mente hackeada: cientistas são capazes de decifrar sua senha no banco. Pesquisa mostrou que é possível identificar os números pensados por nós quando monitoradas as ondas cerebrais.


Pesquisadores das Universidades de Oxford, UC Berkeley e de Genebra foram capazes de decifrar os números pensados por pessoas que participavam de testes realizados através da Eletroencefalografia (EEG) – estudo do registro gráfico das correntes elétricas desenvolvidas no encéfalo por meio de eletrodos.


De acordo com o site Wired, os cientistas conseguiram descobrir datas de nascimento, códigos PIN, endereços e outras informações pessoais das “cobaias”. Segundo a publicação, os pesquisadores mostravam imagens associadas às informações que eles desejam adquirir para estimular as pessoas a pensarem naqueles dados específicos. 
EPOC: aparelho permite a realização de atividades no PC sem utilizar mouse e teclado.
 (Fonte da imagem: Divulgação/Emotiv)
Por exemplo, apenas exibindo uma foto de um caixa eletrônico foi possível “hackear” a mente dos participantes e obter as senhas de acesso às suas contas e até, em alguns casos, o número do cartão de crédito.
Interface Neural: os aparelhos são capazes de
identificar os  pulsos elétricos emitidos por nós
 

Isso pode ser um grande problema caso os aparelhos de leitura de ondas cerebrais, como o Emotiv EPOC, se popularizem.

Esses dispositivos podem ser usados para uma grande variedade de tarefas, incluindo a promoção de maior acessibilidade em computadores e até para jogos – pois eles são capazes de identificar os pulsos elétricos emitidos por nós e transformá-los em comandos para um sistema operacional.

E aí está o perigo, pois tais aparelhos podem servir para que pessoas mal-intencionadas usem softwares maliciosos para roubar dados sigilosos e pessoais dos usuários.






Fonte: Wired

http://www.tecmundo.com.br/pesquisa