Manifestantes a favor da greve e tropas federais entraram em confronto

Manifestantes a favor da greve dos policiais militares entraram em confronto com as tropas federais que cercaram a Assembleia Legislativa da Bahia, em Salvador, na manhã de hoje. A ordem dada pelo Governador para que os policiais fossem retirados do prédio fez com que muitos dos policiais que estavam na Assembléia Legislativa ficassem feridos no embate. Familiares, parentes e amigos dos manifestantes foram recebidos a bala de borracha pelos soldados do exército que agiram com violência.

Exército agiu com força excessiva para conter manifestante

Policial leva tiro de borracha no rosto
Emabate causou ferimentos em vários policiais e manifestantes

Clima de tensão entre tropas e amotinados começou cedo na Assembleia Legislativa
Para impedir entrada de parentes na AL, exercito fez cordão
de isolamento a pedido do Governo do Estado

Familiares de PMs acampados na AL ajudam a socorrer feridos no confronto
Mulher cuida do ferimento de homem machucado no confronto



Já são mais de 90 mortos durante o período de greve no estado. Escolas podem adiar retorno de ano letivo e serviços diretos à população estão funcionando precariamente. As forças armadas continuam protegendo os pontos turísticos, que também está sofrendo influências diretas. A embaixada dos EUA pede que os americanos cancelem ou adiem suas viagens para a boa terra, até que udo volte ao normal.

Hackers invadem sites e apoiam grevistas

(Jornal Atarde)

Grupo assumiu a autoria do ataque por meio de um perfil no Twitter
Grupo assumiu a autoria do ataque por meio de um perfil no Twitter

Os sites do Governo do Estado foram invadidos por hackers do grupo Anonymous Brasil, nesta segunda-feira (6), e estão fora do ar desde o início da manhã. O grupo, que assumiu a autoria do ataque por meio de um perfil no Twitter, deixou uma mensagem em solidariedade à greve da Polícia Militar da Bahia, que teve início no último dia 31. "Em solidariedade ao trabalhador Baiano!", diz a mensagem.
Por consequência, segundo a Secretaria Municipal de Comunicação (Secom), os sites do governo municipal também não são possíveis de serem acessados, já que estão hospedados no mesmo servidor.
Na semana passada, o grupo Anonymous atacou sites de diferentes bancos e instituições financeiras. No perfil @AnonBRNews, eles anunciaram a queda dos sites do Citibank Brasil, Panamericano BMG, Federação Brasileira de Bancos (Febraban), entre outros. O acesso ao internet banking dos bancos Itaú, Bradesco, Caixa Econômica Federal, HSBC e outros, também ficou instável.