NIRVANNA - 20 anos do disco "Nevermind"

Capa do disco 'Nevermind', do Nirvana (Foto: Divulgação)
Capa do disco
Marco do movimento grunge e da chamada "geração X", o álbum 'Nevermind', do Nirvana, completou 20 anos de lançamento

O vocalista e guitarrista Kurt Cobain, ao lado do baixista Krist Novoselic e do baterista Dave Grohl, lançou em 24 de setembro de 1991 o segundo disco de estúdio do Nirvana, o primeiro por uma grande gravadora, que não soube prever o sucesso que aquele trio de desconhecidos faria e inicialmente distribuiu apenas 50 mil cópias.

Aquele novo rock mal cantado, diferente do som frenético dos Guns N'Roses, chegou ao primeiro lugar em vendas em vários países, um posto nunca antes alcançado por nenhuma banda jovem de Seattle. No total, foram vendidos 30 milhões de discos no mundo todo, com letras que sintetizavam o desgosto da primeira geração dos anos 1990, a chamada 'Geração X', caracterizada por sua negação passiva do mundo e dos valores engessados que priorizavam a família em vez da amizade.

Kurt Cobain

Neste universo, o imaginário de Kurt Cobain se encaixava bem. Filho de pais separados, escreveu canções que se tornaram hinos, como 'Smells like teen Spirit', inspirada no fim de um namoro, 'Come as you are' e 'Lithium'.

Além das letras, 'Nevermind' foi um marco por ter aproximado o universo pop do underground. A produção de Butch Vig, que mais tarde se incorporaria à banda Garbage, valorizou a percussão nas músicas que foram gravadas entre abril de 1900 e maio de 1991.

Come as you are, legendado (português)

Cobain, às vezes inspirado, às vezes deprimido, chegou a destruir uma guitarra no estúdio Sound City de Los Angeles, onde as gravações começavam disciplinadas, mas se estendiam até a madrugada regadas a álcool.

O Nirvana foi o símbolo do movimento grunge, nascido nos anos 1980 e representado por outras bandas de peso como Pearl Jam e Soundgarden. O nome grunge é uma analogia a 'sujo' e com esta estética desalinhada, na qual a camisa quadriculada de flanela era o uniforme, a banda consagrou a personalidade dos anos 1990.

Segundo relatos, Cobain vivia alheio à fama e se afundava nas drogas, principalmente a heroína, que lhe foi apresentada no começo da carreira. Assim foi decaindo cada vez mais em sua vida pessoal, mas nunca na profissional. Quando foi encontrado morto em abril de 1994, supostamente por suicídio, havia acabado de lançar outro álbum, 'In Utero' (1993), mais um sucesso de vendas.


Smells Like Teen Spirit

O inesperado sucesso de "Smells Like Teen Spirit" levou o o disco Nevermind para o topo das tabelas de vendas no início de 1992, sendo frequentemente citado como o momento em que o rock alternativo caiu no gosto da maioria da população. "Smells Like Teen Spirit" foi o primeiro e o maior hit dos Nirvana, chegando ao 6º lugar no Hot 100 da Billboard (revista semanal norte americana especializada em informações sobre a indústria musical) e entrando nos tops de vários países em todo o mundo entre 1991 e 1992.

Smells Like Teen Spirit- clipe original
O vídeo baseou-se no conceito de concerto 
numa escola que acaba em anarquia e tumulto.

"Smells Like Teen Spirit" recebeu enorme aclamação da crítica, tendo ficado em primeiro em diversas listas especializadas, como da Village Voice, e vencendo dois MTV VIDEO MUSIC AWARDS com o seu vídeo musical, que recebeu grande rotação televisiva. A canção foi considerada um "hino para os míudos apáticos" da Geração X (pessoas nascidas a partir do início dos anos 1960 até o final dos anos 1970, podendo alcançar o início dos anos 1980, sem contudo ultrapassar 1984). No entanto a banda cresceu desconfortável com o sucesso e a atenção que começaram a receber. Mesmo após o fim dos Nirvana, tanto ouvintes como críticos continuam a considerar "Smells Like Teen Spirit" como uma das maiores canções de rock de todos os tempos.

Origens e gravação

Numa entrevista em Janeiro de 1994 à Rolling Stonne, o líder dos Nirvana Kurt Cobain revelou que "Smells Like Teen Spirit" foi uma tentativa de escrever uma canção ao estilo dos Pixies, uma banda que ele admirava bastante. Ele afirmou:

Eu estava a tentar escrever a última canção pop. Basicamente estava a tentar copiar os Pixies. Tenho que o admitir. Quando ouvi Pixies pela primeira vez, fiquei de tal maneira ligado àquela banda que devia ter pertencido a essa banda – ou pelo menos a uma banda de covers dos Pixies. Nós usámos o sentido de dinâmica deles, sendo leve e calmo e depois alto e pesado.  — Kurt Cobain para a Rolling Stone.

Cobain só começou a escrever a letra de "Smells Like Teen Spirit" poucas semanas antes de se iniciarem as gravações do Nevermind, em 1991. Quando ele apresentou a canção pela primeira vez aos seus companheiros de banda, apenas era constituída pelo riff principal e pela melodia vocal no refrão, e o baixista Krist Novoselic considerou-a naquele momento"ridícula". Em resposta, Cobain fez a banda tocar o riff durante "uma hora e meia". Numa entrevista em 2001, Novoselic afirmou que após tocar repetidamente o riff, pensou:

 "Um minuto. Porque é que não baixamos um pouco isto?' Então comecei a tocar a parte dos versos. E o Dave [começou] a tocar uma batida na bateria."  — Krist Novoselic para a Guitar World

Como resultado, todos os membros são creditados como compositores. Cobain deu a ideia para o título da canção após a sua amiga Kathleen Hanna, vocalista da banda punk Bikini Kill, ter escrito com spray "Kurt Smells Like Teen Spirit" na sua parede. Como tinham discutido assuntos como anarquismo, punk rock entre outros, Cobain interpretou o slogan como possuindo um significado revolucionário. Contudo, o que Hanna na verdade pretendia dizer era que Cobain cheirava a um desodorizante chamado Teen Spirit, que a sua então namorada Tobi Vail usava. Cobain afirmou mais tarde que não fazia ideia que era uma marca de desodorizante até descobrir meses depois do single ter sido lançado.

"Smells Like Teen Spirit" era, juntamente com "Come as You Are", uma das poucas novas canções que estavam escritas desde as primeiras sessões de gravação dos Nirvana com o produtor Butch Vig em 1990. Antes do início das gravações do Nevermind, a banda enviou a Vig uma demo em cassete com ensaios de várias canções, entre as quais "Teen Spirit". Apesar do som da cassete estar bastante distorcido devido ao elevado volume a que a banda tocou, Vig conseguiu retirar alguma melodia e sentiu que a canção prometia.

Os Nirvana gravaram "Smells Like Teen Spirit" no estúdio Sound City em Van Nuys, Califórnia com Vig em Maio de 1991.Vig sugeriu então algumas modificações no arranjo da canção, incluindo colocar uma guitarra a improvisar no refrão e reduzindo a duração deste. A banda gravou a faixa base da canção em três takes, e decidiu manter o segundo.

"Smells Like Teen Spirit" foi lançada a 10 de setembro de 1991 como primeiro single do Nevermind, primeiro álbum da banda a ser lançado por uma editora de grande dimensão, a Geffen Records (DGC). Não se esperava que a canção tivesse sucesso, sendo apenas apontada para servir de base para o surgimento do rock alternativo.


"Smells Like Teen Spirit" foi um sucesso não só comercial mas também junto da crítica. O single atingiu o sexto lugar no Billboard Hot 100 na mesma semana em que o Nevermind atingiu o primeiro lugar na tabela de venda de álbuns. "Teen Spirit" chegou ao primeiro lugar na tabela Modern Rock Tracks, e já foi certificado em platina pela RIAA (Recording Industry Association of America), referente à venda de mais de um milhão de cópias. 

Contudo, muitas estações norte-americanas mantiveram-se relutantes em passar a canção regularmente devido ao seu som, e restringiram-na para os horários noturnos. O single foi igualmente bem sucedido em outros países. A canção foi indicada para dois Grammys nas categorias de Best Hard Rock Vocal Performance e Best Rock Song, embora tenha perdido para a  "Give it Away" dos Red Hot Chili Peppers e " Layla" de Eric Clapton, respectivamente. A vitória de Clapton sobre os Nirvana seria mais tarde considerada uma das 10 maiores desilusões na história dos Grammy pela Entertainment Weekly (revista que trata de assuntos como filme, televisão e música, publicada semanalmente nos estados unidos). Mesmo após a morte de Cobain em 1994, "Smells Like Teen Spirit" continuou a receber aclamação da crítica.


Fontes: