Carro do Google Street View fotografa ruas de Palmeira dos Índios

O objetivo é conseguir fotografar toda a malha viária presente no Google. A medida também deve ser utilizada para ajudar internautas a consultar rotas para a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016. 


Os técnicos não tem um tempo exato de permanência em cada município. No caso de cidades como Palmeira dos Índios, o trabalho dura em média três dias. Isso se o tempo estiver em boas condições. Em caso de tempo nublado ou ainda de dias de chuva, os carros do Google Street View não saem para fotografar. No site do Street View, a empresa esclarece ainda que, para capturar as imagens, é necessário que o sol “esteja alto o bastante para que as sombras não escureçam os prédios.”

Carro do Google Street View na Praça da Independência em 
Palmeira dos Índios. Foto: Ivo Calado

Para colocar as imagens no ar, o Google utiliza carros equipados com 15 lentes que tiram fotos em 360 graus, sensores de movimento que rastreiam a posição, um disco rígido para armazenar dados, um pequeno computador para a execução dos sistemas e lasers que determinam a distância entre as imagens.


Street Car Ver
Carro do Google Street View em exposição em frente a sede da Google

Após a captura das imagens, há uma fase de processamento dos dados e por isso não é possível colocá-las em tempo real no Google Maps ou no Earth. A imagem disponibilizada para a rede é composta de 11 fotografias “costuradas”, que permitem esse efeito do “olhar em todas as direções”.